TRANSPORTE

Convênio vai estudar a privatização do Bilhete Único

30/05/2017

A Prefeitura e o Governo do Estado firmaram um convênio para elaboração do projeto de privatização do sistema de vendas de bilhetes de ônibus, Metrô e trens. A gestão do sistema de bilhetagem custa cerca de R$ 250 milhões ao ano. 

Com a concessão do serviço para a iniciativa privada, a gestão do prefeito João Doria espera, além de mais eficiência e atualização tecnológica, o combate às fraudes na utilização dos Bilhetes Únicos.

Para o secretário de Desestatização e Parcerias, Wilson Poit, é o primeiro passo para a concretização de um grande plano para São Paulo. “É um dos projetos mais importantes da nossa secretaria. O convênio com o Governo do Estado vai deixar ainda mais robusta a modelagem de concessão que, com certeza, agregará muito valor ao Bilhete Único”,  afirmou.

O prazo de vigência do convênio é de um ano, contado a partir da data de sua assinatura, podendo ser prorrogado de acordo com os parceiros.

Uma das primeiras atividades do grupo de trabalho será o diagnóstico do sistema de bilhetagem eletrônica atual, considerando o levantamento de dados, a análise de experiências similares em outras cidades do Brasil e do mundo, o mapeamento das normas pertinentes, o entendimento do mercado relacionado e as potencialidades dos serviços a serem agregados. 

ASSINE NOSSA NEWSLETTER!
NOME: EMAIL:
Enviar