SAÚDE

Confirmado primeiro caso de zika vírus na cidade

07/03/2016

A Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo identificou o primeiro caso autóctone de zika vírus na cidade. É uma mulher de 28 anos, gestante de 30 semanas, moradora do bairro Freguesia do Ó, na zona norte.

A paciente teve os primeiros sintomas em 30 de janeiro e alega não ter viajado. Inicialmente, foram feitos os exames para dengue – ambos com resultado negativo. Em 3 de fevereiro, foi realizada coleta de sangue e urina para Zika vírus.

No dia 25, o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) da Coordenação de Vigilância em Saúde (COVISA) comunicou o resultado positivo. Foi feita nova coleta de sangue no dia 26 para confirmar e afastar outras hipóteses diagnósticas. O material foi encaminhado para o Instituto Adolfo Lutz, que confirmou novamente a positividade para Zika Vírus. Agentes da Secretaria realizaram visita domiciliar e também avaliaram o marido da paciente, que negou deslocamentos ou sintomas.

Foi realizado ultrassom morfológico e o bebê apresentou normalidade no desenvolvimento. Mesmo assim, a médica que acompanha o pré-natal reavaliou a paciente e, seguindo o protocolo da Secretaria, encaminhou para continuidade do cuidado e realização do parto no Hospital Escola e Maternidade Vila Nova Cachoeirinha, por ser referência para gestação de alto risco.enfermagem, onde se devem observar os sinais e sintomas de infecção por Zika vírus. Caso a gestante tenha teste positivo para o vírus, microcefalia ou outra alteração morfológica será encaminhada para o pré-natal de alto risco.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER!
NOME: EMAIL:
Enviar