ESPORTES

Futuras ciclovias vão reduzir vagas para automóveis

05/06/2014

A cidade de São Paulo ganhará mais 400 km de ciclovias até o fim de 2016. O anúncio foi feito pelo secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto, nesta quarta-feira (4) durante a 7ª reunião do Conselho Municipal de Transporte e Trânsito (CMTT). Para implantar esse projeto,serão removidas entre 30 a 40 mil vagas de estacionamento, incluindo áreas de Zona Azul.

Segundo Tatto, essas novas ciclovias serão caracterizadas pela segregação física da pista destinada ao uso de bicicletas, com sinalização vertical e horizontal específicas, contando com placas e pintura de solo. Os novos percursos serão conectados com outros modais de transporte, como terminais de ônibus, equipamentos públicos, escolas, praças, parques e locais de trabalho.

Nos projetos concebidos pela área de planejamento cicloviário da CET, o custo por quilômetro está estimado em R$ 200 mil. No total, o investimento será da ordem de R$ 80 milhões.

A princípio, a implantação das ciclovias será no lado esquerdo por questão de segurança. As primeiras vias a receberem um trecho de ciclovia estão localizadas na região central de São Paulo: o Largo do Paissandu, a Rua Antônio de Godoi, a Av. Cásper Líbero e a Rua Mauá. Serão 1,6 km de ciclovia, ligando o Paissandu à Sala São Paulo. Esses 1,6 Km serão sinalizados nesta semana e deverão ser abertos no próximo sábado, dia 7.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER!
NOME: EMAIL:
Enviar