ESPORTES

Cerca de 3.500 policiais cuidarão da segurança do GP Brasil de F-1

25/11/2011

O Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1, que acontece domingo (27), em Interlagos, contará com um esquema de segurança que contará com 3.500 policiais. O esquema preparado para cuidar da segurança de um público estimado em 80 mil pessoas deverá contar ainda com 537 viaturas da Força Tática, Rota - Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar, Policiamento Comunitário, de Trânsito e da Corregedoria, além de 222 motocicletas da Rocam -  Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas.

Para atender o público estrangeiro, 40 policiais militares intérpretes, incluindo cadetes da Academia de Polícia Militar do Barro Branco, trabalharão no evento. Reforçam a equipe de tradutores cabos e soldados da instituição - todos habilitados em espanhol, inglês, italiano, francês e japonês.

De acordo com o coronel Sérgio de Souza Merlo, comandante do CPA/M-10 e responsável pelo policiamento do evento, a estimativa é de que 80 mil pessoas compareçam ao Autódromo de Interlagos nos três dias do GP Brasil, e que o evento seja tranquilo, conforme as expectativas e sem imprevistos. "O nosso segredo é um planejamento bem feito, porque os policiais já trabalham dentro dos princípios de técnica, segurança e legalidade", esclarece o oficial.

Além do esquema especial de policiamento, a Polícia Militar alerta que o público não poderá entrar no autódromo portando latas, guarda-chuvas com pontas, isopores, garrafas e objetos cortantes, entre outros que possam por em risco a integridade física. É importante que o público utilize o transporte público e que tome cuidado com seus celulares, carteiras e bolsas para evitar possíveis transtornos. Tendo eventuais problemas, um posto de Comando da PM estará montado na Praça Enzo Ferrari, nas proximidades do autódromo.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER!
NOME: EMAIL:
Enviar