EDUCAÇÃO

Haddad armazena uniformes escolares por 3 anos

06/04/2016

 

Pelo simples fato de as peças terem detalhes em azul e verde, marca da gestão do ex-prefeito Gilberto Kassab, a Prefeitura de São Paulo está gastando rios de dinheiro para guardar 156,5 toneladas de uniformes escolares, incluindo roupas e pares de tênis, que estão embalados e encaixotados em um depósito em Guarulhos, na Grande São Paulo. 

De acordo com reportagem do jornal O Estado de S.Paulo, só este ano a gestão Fernando Haddad vai gastar R$ 15 milhões para estocar os uniformes. 

Não apenas os uniformes, mas a empresa Integra também recebe para guardar materiais escolares e 10 mil móveis que não estão sendo utilizados. Em dezembro do ano passado, diz o jornal, a Secretaria Municipal de Educação assinou um contrato com a empresa no valor de R$ 7,5 milhões pelo período de um ano. No final do ano passado, o acordo e o valor foram renovados por mais 12 meses. "Neste ano, o acordo foi renovado pelo mesmo valor e a Prefeitura também vai pagar R$ 7,5 milhões ao longo de 2016: assim, o gasto total será de R$ 15 milhões", diz o texto.

Para guardar as caixas com uniformes que chegaram à rede municipal entre 2010 e 2013, a gestão Haddad vai gastar dinheiro suficiente para construir três creches, segundo preço médio de licitação de 2014.

O vereador Gilberto Natalini (PV) fez uma inspeção no depósito da Integra e disse que irá apresentar um projeto de lei para padronizar os uniformes da rede municipal de ensino, evitando assim que administrações descartem materiais da gestão anterior. "Estou estudando uma medida judicial responsabilizando os administradores públicos por não usar o material servível só porque a cor é diferente", disse Natalini, que vai acionar o Ministério Público Estadual (MPE) para questionar a decisão da Prefeitura de manter os uniformes estocados.

 

Para ler a reportagem completa, clique aqui.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER!
NOME: EMAIL:
Enviar