EDUCAÇÃO

Reorganização no ensino de SP vai fechar 24 escolas da capital

28/10/2015

A Secretaria de Estado da Educação já começou a implementar as medidas de reorganização de sua rede de escolas, cujo projeto foi iniciado há um mês. As mudanças atingem cerca de 300 mil alunos em todo o Estado, que terão que mudar de escola. O projeto prevê o fechamento de 94 escolas, das quais 24 na Capital. De acordo com o secretário Herman Voorward, os prédios liberados poderão ser repassados para a Prefeitura e transformados em creches, por exemplo. 

Segundo a secretaria, a reorganização se deu em função de dois fatores: desde 1998 as escolas estaduais já perderam 2 milhões de alunos, por causa da mudança demográfica no Estado; e as escolas de segmento único apresentam resultados até 28,4% superior aos demais.

O novo processo pretende ampliar o número de escolas divididas pelos três ciclos de educação: Ensino Infantil, Ensino Fundamental - Anos Iniciais e Anos Finais - e Ensino Médio. Assim, cada unidade atenderá um único segmento, ou seja, escolas deixarão de ter alunos dos ensino infantil e médio, por exemplo. A reorganização escolar passará a vigorar a partir do ano de 2016. 

Serão criadas mais 754 escolas de ciclo único, focadas em uma única faixa etária. Assim, 2.197 escolas em todo o Estado (43% do total) passarão a funcionar neste modelo no próximo ano. Além disso, serão abertas 2.956 classes hoje ociosas. As escolas que atuam em dois segmentos serão reduzidas em 18%, de 3.209 para 2.635

A secretaria deverá divulgar em breve as escolas selecionadas para o processo. Depois disso, os alunos serão comunicados sobre a mudança. No geral, segundo a secretaria, os estudantes serão deslocados dentro do mesmo bairro em que já estudam, num raio de aproximadamente 1,5 km.

Salas com menos alunos

Com a reorganização escolar, foram definidos três módulos para o limite de estudantes nas salas de aula. Para as salas de Ensino Fundamental I, serão 30 alunos. Já as salas que recebem o Fundamental II terão 35 estudantes. Por fim, os alunos do Ensino Médio ficarão em salas de aula com limite de 40 pessoas.

Para saber mais sobre as mudanças, clique aqui e veja a reportagem do SPTV, da TV Globo.

Reunião com os pais

A próxima etapa envolverá diretamente os pais, alunos e a comunidade escolar. Para ouvir os responsáveis e esclarecer dúvidas, a Secretaria da Educação criou o chamado “Dia E”, da Educação, que acontecerá em 14 de novembro, em todas as escolas do Estado.

Além disso, pela internet e por carta, os pais terão todas as informações envolvendo a rotina escolar de seus filhos. A pasta também tem atuado em uma campanha de atualização de dados dos alunos.

Por meio do site www.atualizeseusdados.educacao.sp.gov.br, pais e responsáveis devem atualizar as informações envolvendo os alunos a fim de aprimorar a comunicação com as famílias paulistas e melhor informa-las sobre oportunidades de estudo e novidades das escolas estaduais.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER!
NOME: EMAIL:
Enviar