CIDADE

Doria e Kassab selam aliança para disputar o Governo

09/04/2018

Foro Caderno SP

 

Foto Caderno SP

Centenas de pessoas participaram nesta segunda-feira (9), no horário do almoço, de um ato de apoio ao ex-prefeito e pré-candidato ao Governo de São Paulo, João Doria, organizado pelo PSD, partido do também ex-prefeito Gilberto Kassab. Conduzido pelo próprio Kassab, presidente nacional licenciado do PSD e ministro das Comunicações, o evento reuniu lideranças do PSD e do PSDB para comemorar a aliança entre os dois partidos para a campanha ao governo paulista.

O evento teve a presença de dezenas de prefeitos, vereadores, deputados estaduais e federais, e de representantes de movimentos sociais, como o presidente da União Geral dos Trabalhadores (UGT), Ricardo Patah. Também participaram o prefeito paulistano Bruno Covas, que sucedeu Doria, o líder da bancada do PSD na Câmara, deputado Domingos Neto (PSD-CE), o ex-líder do PSDB na Câmara, Ricardo Tripoli, e o presidente da Assembleia Legislativa Paulista, Cauê Macris (PSDB).

Kassab afirmou que João Doria está preparado para ser governador de São Paulo. “Nesses 15 meses em que esteve à frente da Prefeitura, ele fez muito por São Paulo e não está abandonando a cidade para ser governador. Essa conversa é uma falácia dos adversários”, disse o ministro, lembrando que a Prefeitura agora será gerida por Bruno Covas, “que respira política desde criança e tem experiência administrativa para ser um grande prefeito”.

Neto do ex-governador paulista Mário Covas, Bruno Covas já exerceu mandatos como deputado estadual e federal e foi secretário estadual de Meio Ambiente de São Paulo. Em seu discurso, lembrou que, para João Doria, “começar a campanha com o apoio do PSD é muito significativo, não só pelo tempo de TV, mas também pela capilaridade do partido em todo o interior, o que vai ajudar a levar seu nome para todos os cidadãos paulistas”.

Ele ressaltou ainda que o Estado de São Paulo é hoje um verdadeiro oásis diante da situação precária vivida por vários outros Estados. “Isso acontece porque vários políticos se sucederam no comando estadual adotando políticas responsáveis e Doria vai dar continuidade a esse trabalho”, concluiu.

Ao encerrar o encontro, João Doria relembrou seus 46 anos de amizade com Gilberto Kassab e também sua história ao lado de Mário Covas, avô de Bruno Covas, “que será um guerreiro à frente da cidade”. Muito criticado por deixar o cargo apenas 15 meses depois de eleito em primeiro turno, Doria afirmou que está deixando a Prefeitura “nas mãos de um companheiro que esteve ao meu lado nesses 15 meses e que agora assume a gestão com uma equipe de alto nível”. 

 

ASSINE NOSSA NEWSLETTER!
NOME: EMAIL:
Enviar