CIDADE

Convênio viabilizará 1.951 novas casas populares

02/08/2017

Diogo Moreira

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O governador Geraldo Alckmin e o prefeito João Doria assinaram nesta segunda-feira (31) um convênio para a liberação do aporte de recursos do programa Casa Paulista para a entrega de 1.951 unidades habitacionais nas zonas Norte e Leste da cidade. O anúncio foi feito após uma reunião no Palácio dos Bandeirantes. Outras 1.488 estão em construção com o objetivo de atender 3.439 famílias.

"Nós assinamos uma liberação de R$ 42 milhões para o programa Casa Paulista. São seis empreendimentos. A Prefeitura entra com os terrenos, que equivalem a R$ 53 milhões, e mais R$ 19 milhões nos elevadores", afirmou o governador Geraldo Alckmin.

Na manhã desta segunda, foi firmada a contratação das 1.951 unidades em seis empreendimentos, com o aporte de R$ 257 milhões. Caberá ao município a disponibilização dos terrenos, avaliados em R$ 53 milhões, além do financiamento dos elevadores das unidades, com o investimento previsto em R$ 19 milhões.

A inclusão dos elevadores possibilita que mais unidades habitacionais sejam integradas aos projetos do município. "Todos os novos programas Casa da Família, da Prefeitura de São Paulo, junto com o programa do Governo do Estado terão elevadores", disse o prefeito João Doria.

Destas 1.951 unidades habitacionais, 1.651 delas serão construídas na Zona Leste, sendo 300 delas no Residencial Cícero Canuto, no Aricanduva, 468 no Residencial Araçarana, no Itaim Paulista, 89 unidades no Residencial Campo das Pitangueiras, na Ponte Rasa, e mais 600 no Residencial São Carlos A e B, no Lajeado, e 194 no residencial Academia Terreno A, no Itaim Paulista. As outras 300 unidades previstas serão construídas no Residencial Augusto Amaral, na Brasilândia, Zona Norte.

Unidades em construção

Outros quatro empreendimentos estão em execução, com a conclusão das obras previstas para o ano de 2018. Este lote contempla 1.260 unidades habitacionais na Zona Leste da cidade, sendo 308 delas no Residencial Fluorita I e II, na Vila Formosa, e 952 no Residencial Safira I, II, III e IV, no Jardim Brasília. Outras 228 unidades pertencem ao Residencial Tupã, no Jardim Maristela, na Zona Norte.

A construção dessas unidades será viabilizada pelos programas Casa Paulista, do Estado, e Casa da Família, da Prefeitura, e irão complementar o subsídio federal do Minha Casa Minha Vida. Elas recebem juntas o investimento de R$ 175 milhões, sendo R$ 37 milhões do Governo Estadual, R$ 14 milhões do município, além do aporte de recursos da Caixa Econômica Federal.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER!
NOME: EMAIL:
Enviar