AUTORES

Artigo escrito por Marli Gonçalves

Jornalista, Marli Gonçalves é diretora da Brickmann&Associados Comunicação, B&A. Especialista em gerenciamento de crises. Foi gerente de imprensa da multinacional AAB, Hill and Knowlton do Brasil (Grupo Standart. Ogilvy & Mather). Trabalhou no Jornal da Tarde, na Rádio Eldorado, em Veja SP e outras publicações. Desde 2010 mantém o blog Marli Gonçalves – http://marligo.wordpress.com. Seus artigos também são publicados em www.chumbogordo.com.br No Twitter - @MarliGo No Facebook - http://www.

Ninguém está falando... 20/06/2018 Precisamos pensar e falar de tantas coisas. Mas ninguém tem mais tempo nem de falar, nem de ler, nem de ver tudo o que circula nas redes sociais, muito menos de ouvir.

60 por hora, na vida 11/06/2018 Acordei e era idosa. Na noite anterior eu tinha pulado de fase no jogo da vida, chegando à casinha 60, aquela na qual é preciso parar um pouco, pensar e esperar quais serão as próximas jogadas.  

Chacoalhada geral 07/06/2018 Percebeu o quão tênues e surpreendentes estão as linhas, os limites, os acontecimentos? É hora séria, de a gente pensar juntos qual estrada pegaremos sem bloqueios. E sem bloquear a liberdade.

Bang Bang geral 21/05/2018 Mãos ao alto! A bolsa ou a vida!– ah, agora nem tem mais isso. É a frio mesmo, ou com aquele linguajar de “mano”: perdeu. 

A nossa dança dos passinhos 17/05/2018 Você não percebeu que estamos todos numa pista dando cambalhotas, passinho pra frente, dois pra trás, embalados ao ritmo de uma dancinha que por vezes chega até a ser bem macabra, toda desconjuntada?

Não tem mas nem meio mas 22/04/2018 Essa mania nacional de ter pouca firmeza em opiniões pode nos levar a um buraco muito mais fundo do que aquele em que já estamos. Eu não sou isso, aquilo, mas... não cabe nesse momento. Ou é ou não é. Ao menos assumam. Respeitem nossa inteligência.

Espiral do Tempo e os dois perdidos 15/04/2018 Tudo girava. A ampulheta e a espiral hipnotizante que rodava com os dois coitados lá dentro, perdidos no tempo, viajando no passado e para o futuro. Imaginem só eles aparecendo nesta nossa época – iam achar que tinham finalmente conseguido retornar aos an

Vamos mudar o disco 08/04/2018 Não estou gostando dessa coisa de ficar falando só em dois lados da questão Brasil. Essa moeda tem pontas, muitas, uma pluralidade delas. Quero meu país de volta. Quem ganha com essa paradeira, com essa tensão toda?

Que gestação é essa? 03/04/2018 Faltam só nove meses e a coisa que creio todo mundo mais deseja é não ter que passar esse tempo esperando que nasça um novo Brasil. Temendo que esteja sendo gestado um monstro nascendo prematuro.

Sobre as reais urgências da vida 26/03/2018 Deve ser normal ficar matutando fora do mato sobre algum tema. Não que eu tenha muito tempo para isso. Mas de vez em quando surge, e durante a semana fica alguma coisa martelando, e aquilo vai tomando um crescente, uma forma tal que dá até agonia, angusti

ASSINE NOSSA NEWSLETTER!
NOME: EMAIL:
Enviar