AUTORES

Artigo escrito por Carlos Brickmann

Jornalista, consultor de comunicação. Especialista em gerenciamento de crises. Foi colunista, editor-chefe e editor responsável da Folha da Tarde; diretor de telejornalismo da Rede Bandeirantes; repórter especial, editor de Economia e de Internacional da Folha de S.Paulo; secretário de Redação e editor da revista Visão; repórter especial, editor de Internacional, de Política e de Nacional do Jornal da Tarde. Dirige a B&A, Brickmann&Associados Comunicação.

Loucademia de política 16/07/2018 Seja qual for o candidato vitorioso na eleição presidencial deste ano, não se sabe que tipo de política irá fazer.

Faça-se a luz 11/07/2018 É hora de lançar os candidatos – o que não significa que todos cheguem à eleição.

A hora da sexta coroa 10/07/2018 Lamentemos a derrota. E nunca deixemos de lembrar que, em futebol, Brasil é Brasil. Pois só há um país que tenha ganho cinco Copas do Mundo.

O eleitor é apenas um detalhe 05/07/2018 Qualquer previsão, nesse terreno instável, tende a falhar. Os candidatos tentam articular-se politicamente – mas quem irá cuidar dos eleitores?

Eu, RobÔ. Ele, Robô. 02/07/2018 É o Plano B do PT: Lula sai de cena e tenta transferir seus votos para um poste. O robô (já escolhido) fará o papel de clone de Lula: eu sou ele, ele sou eu.

Lula, teje solto ou teje preso? 26/06/2018 Alguma previsão lógica? Se no Brasil nem o passado é previsível, imagine o futuro.

Quanto mais caro, melhor. 20/06/2018 É dinheiro seu a verba destinada pelo Tesouro à campanha eleitoral, R$ 1,7 bilhão; é dinheiro seu o Fundo Partidário que sai do Orçamento da União, de R$ 888,7 milhões.

Saúde, o direito de dever. 18/06/2018 Para que serve a ANS, “a agência reguladora” dos planos de saúde? Dá para responder com números: nos últimos 14 anos, o aumento sempre foi superior à inflação.

A Copa que era nossa 13/06/2018 Ao contrário do que acreditam coxinhas e petralhas, o mundo não gira em torno de suas fixações. Nem tudo é política.

Temer dá a ré 11/06/2018 O presidente que decide, depois recua, decide de novo, recua mais uma vez... e assim por diante.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER!
NOME: EMAIL:
Enviar