AUTORES

Artigo escrito por Carlos Brickmann

Jornalista, consultor de comunicação. Especialista em gerenciamento de crises. Foi colunista, editor-chefe e editor responsável da Folha da Tarde; diretor de telejornalismo da Rede Bandeirantes; repórter especial, editor de Economia e de Internacional da Folha de S.Paulo; secretário de Redação e editor da revista Visão; repórter especial, editor de Internacional, de Política e de Nacional do Jornal da Tarde. Dirige a B&A, Brickmann&Associados Comunicação.

O mundo gira e os partidos rodam 18/04/2018 Aécio já era, Lula idem. E os outros pré-candidatos a presidente? Resistirão à campanha que já começou? Ficarão pelo caminho?

Está quente, está frio. 15/04/2018 Terça-feira o STF vai decidir se recebe ou não denúncia do MPF contra Aécio Neves. Mas tem juiz segurando processos há dez anos.

A luz e as leis 08/04/2018 Está mais do que na hora de dar uma ajustada na Constituição de 1988. Trinta anos depois de promulgada, a maior parte das leis complementares não foi elaborada. O princípio está na Constituição, mas como aplicá-lo?

Na hora do calor, fique frio. 04/04/2018 Como dizia Ulysses Guimarães, política não se faz com o fígado. Política se faz com o cérebro.

Brasil, 1º de Abril 03/04/2018 Os envolvidos no enredo da Rodrimar são uma parte do alvo. A outra parte, bem mais interessante, é saber como a Odebrecht conseguiu dinheiro oficial, a juros de amigo, para construir um terminal fora da lei.

O BBB de toga 26/03/2018 Saudades de Chico Anysio! Era dele o deputado Justo Veríssimo, igual a muitos, mas mais sincero do que todos. Foi quem disse a grande frase: “Povo não pensa, povo vota. Eu quero que o povo se exploda”.

Nos corações, saudades e cinzas. 23/03/2018 Lula preso ou Lula solto? O raciocínio não é político: é de vitória ou vingança.*

O motivo da Criação do Mundo 19/03/2018 Pergunta: o caro leitor não é religioso e acha correto explorar politicamente o assassínio de alguém de seu lado, enquanto festeja a morte de adversários?

Venezuela? Nós pagamos. 14/03/2018 A Venezuela tem abundância de petróleo, mas prefere poupar seu dinheiro. O Brasil assume a responsabilidade pelos refugiados do país vizinho.

Dinheiro chega, dinheiro sai 07/03/2018 Mistério: US$ 5 milhões de dono não divulgado, enviados a alguém que não se sabe quem é, entram num avião no Aeroporto Internacional de Guarulhos e são levados a outro aeroporto internacional, o de Viracopos. E lá, roubados.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER!
NOME: EMAIL:
Enviar