AMBIENTE

Prefeitura quer aumentar coleta de material reciclável

24/04/2013

Criar um plano municipal de coleta seletiva. Essa é a intenção da Prefeitura de São Paulo, de acordo com o secretário municipal de Serviços, Simão Pedro. Em entrevista ontem (23), o secretário disse que a meta da prefeitura é coletar 1.240 toneladas de material reciclável – hoje são coletadas 240 toneladas de recicláveis por dia.

 “A ideia é trocar os investimentos obrigatórios dos consórcios existentes (17 centrais comuns), com capacidade para reciclar cada uma três toneladas por dia. Ao invés disso, teremos quatro novas centrais mecanizadas com capacidade cada uma de processar 250 toneladas por dia”, afirmou o secretário.

Dos 96 distritos do município, apenas 72 contam com coleta seletiva, mas com as centrais instaladas todos eles serão atendidos até 2016. A previsão é de que as duas primeiras centrais sejam implantadas até junho do ano que vem. "Antes da Copa nós já teremos duas centrais funcionando, uma na Zona Sul e uma na região da Ponte Pequena. A terceira deve ficar pronta em 2015 e a última, em 2016”, disse o secretário.

O custo de cada uma das quatro centrais será de aproximadamente R$ 6 milhões. Quando instaladas, deverão gerar, juntas, R$ 8 milhões de lixo reciclável por mês, renda que será distribuída entre várias cooperativas. O plano de coleta seletiva ainda prevê que, para cada nova central instalada, uma nova cooperativa seja conveniada à Prefeitura. Atualmente, existem 42 pontos de coleta sem vínculo com o governo municipal.

 

ASSINE NOSSA NEWSLETTER!
NOME: EMAIL:
Enviar